Nematelmintos

O que você precisa estudar hoje?

Voltar
Você está aqui:

Nematelmintos, como os platelmintos, são vermes parasitas ou de vida livre, mas não são achatados nem acelomados. Os nematelmintos são animais cilíndricos, pseudocelomados, possuindo, como os seus principais exemplos, o Ascaris lumbricoides (lombriga) e o Ancylostoma duodenale (causador do amarelão). Os nematelmintos, embora parecidos com os anelídeos, não possuem segmentação nítida como os anelídeos.

Lombriga
Lombriga

Características gerais

Os nematelmintos são animais protostômios, com sistema digestório completo, revestidos externamente por cutícula de colágeno e realizam respiração cutânea. Apresentam um anel nervoso anterior, com cordões nervosos que percorrem longitudinalmente todo o animal, e por não possuírem sistema excretor, secretam amônia diretamente no ambiente.

Anatomia e reprodução

Diante da característica dos nematelmintos em serem pseudocelomados, esses animais possuem um líquido que preenche essa cavidade, o líquido pseudocelômico. Esse líquido é responsável por distribuir gases, nutrientes e dá proteção contra ação mecânica. Os cordões nervosos longitudinais podem ser divididos em três tipos: os laterais (ou sensitivos), o dorsal (ou motor) e o ventral (ou misto, sensitivo e motor). A sua musculatura é longitudinal, e não há presença de cílios e flagelos. Ademais, são animais dioicos, com dimorfismo sexual ou diferença entre a forma do macho e da fêmea, sendo os espermatozoides produzidos nas gônadas dos machos, sem flagelo, se movimentando por pseudópodes. Depois de o espermatozoide fecundar o óvulo, irá passar pelos estágios de zigoto, larva até atingir a fase adulta. Com isso, possuem desenvolvimento indireto.

Dimorfismo sexual de Ascaris lumbricoides
Dimorfismo sexual de Ascaris lumbricoides
Anterior Moluscos
Próxima Platelmintos

Deixe um comentário